Iniciativa pretende sensibilizar para a prevenção dos maus tratos na infância

CPCJ do Cadaval assinala mês da prevenção dos maus tratos com 53 laços azuis

05-04-2022
CPCJ do Cadaval assinala mês da prevenção dos maus tratos com 53 laços azuis
1 - Presidente CMC e elementos da CPCJ do Cadaval; 2 - Diretor e subdiretora do Agrupamento de Escolas e elementos da CPCJ; 3 - Elementos da Comissão Restrita e Alargada da CPCJ; 4 - Presidente e demais elementos da CPCJ [+] Fotos
A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cadaval, apesar dos constrangimentos atuais, não deixou de assinalar Abril – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância. Neste contexto, foram colocados 53 laços azuis nos locais mais emblemáticos do Concelho.

A CPCJ do Cadaval privilegiou, na simbólica colocação de laços, a respetiva sede, a Câmara Municipal do Cadaval, o Agrupamento de Escolas do Cadaval e a Praça da República, no centro da vila do Cadaval.

 

Esta iniciativa tem como principal objetivo alertar as consciências da comunidade em geral para a importância da Prevenção dos Maus Tratos na Infância e para a importância do fortalecimento das famílias no sentido de uma parentalidade positiva.

 

Segundo adianta a Comissão, um dos grandes patamares de intervenção de uma CPCJ é a Prevenção Primária, isto é, sensibilizar antes que surjam os maus tratos.

 

«Esta campanha assenta numa responsabilidade coletiva, comunitária, da qual ninguém se pode alhear. Todos temos o dever de proteger e promover os direitos das crianças, avança Telmo Santos, recém-eleito presidente da CPCJ do Cadaval (em eleições realizadas a 21 de março, na última reunião alargada).

 

«Esta e outras ações serão levadas a cabo durante o ano 2022, de forma a reforçar cada vez mais a intervenção da CPCJ e, ao mesmo tempo, aumentar a sua capacidade de resposta, tendo por base as parcerias institucionais existentes, que são, para nós, um fator determinante na gestão do dia-a-dia da CPCJ», acrescenta o responsável.

 

A Campanha do Laço Azul começou em 1989, nos Estados Unidos da América, estado da Virgínia, quando uma avó, Bonnie Finney, amarrou uma fita azul na antena do seu automóvel para fazer com que as pessoas se questionassem, após os maus tratos sofridos pelos seus netos. A cor azul representa, portanto, a cor das lesões corporais.
Fonte: SCRP | CMC

  • ORÇAMENTO
    PARTICIPATIVO 2022




  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2022 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.