Iniciativa “Prego Dourado” com sessões explicativas em fevereiro

Aspirante Geoparque Oeste quer reconhecer e promover produtos e gastronomia da região

03-02-2022
Aspirante Geoparque Oeste quer reconhecer e promover produtos e gastronomia da região
Durante o mês de fevereiro, o aspirante Geoparque Oeste (aGO) organiza sessões não presenciais de apresentação do programa Prego Dourado. Este programa tem por objetivo o reconhecimento e promoção dos geoprodutos (hortícolas, frutícolas, produtos transformados) e geogastronomia do território (pratos típicos ou com denominação local). As sessões são de participação gratuita, mas de inscrição obrigatória.

Denominado “Prego Dourado”, este programa é uma alusão ao geossítio Ponta do Trovão (Peniche) de referência internacional, reconhecido pela Comissão internacional de Estratigrafia (ICS) como um GSSP – Global Stratigraphic Section and Point do Toarciano (cerca de 183 Ma).

 

Para além do reconhecimento dos produtos e gastronomia do aGO, este programa pretende ser impulsionador de um trabalho contínuo a realizar com produtores e empresários locais, no desenvolvimento de redes curtas de produção e distribuição, mas também na implementação de práticas sustentáveis de produção e distribuição dos seus produtos.

 

Deste modo, o aGO pretende que os produtos ou ementas associadas a este projeto sejam sinónimo e garantia de qualidade, mas também de sustentabilidade territorial.

 

Como forma de apresentar este projeto, o aGO realizará, então, um total de três sessões públicas de esclarecimento, a acontecerem nos próximos dias 9, 16 e 23 de fevereiro, pelas 21h00, via Zoom. As sessões são de participação gratuita, mas de inscrição obrigatória, que pode ser feita através de formulário eletrónico (https://forms.gle/7LUCXxiP6J7d7Fjm7).

 

O aGO disponibiliza ainda informação complementar no respetivo site, em https://www.geoparqueoeste.com/menu/1446/programa-prego-dourado.

 

Recorde-se que o aGO constitui um território composto pelos municípios de Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Peniche e Torres Vedras. O seu objetivo consiste no reconhecimento internacional como Geoparque Mundial da UNESCO, tendo por base o seu património geológico de referência internacional e maioritariamente jurássico, mas também o seu património cultural, reconhecido por ter uma identidade própria e singular.
Fonte: SCRP - CMC | aGO

  • ORÇAMENTO
    PARTICIPATIVO 2022




  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2022 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.