Pelo segundo ano, Alenquer juntou-se ao Cadaval na organização da atividade

Semana da Floresta sensibilizou cerca de 1300 crianças, em Montejunto (c/vídeo)

05-06-2018
Semana da Floresta sensibilizou cerca de 1300 crianças, em Montejunto (c/vídeo)
A fada da floresta foi uma das personagens do "percurso encantado" (link para fotos, ao fundo da notícia) [+] Fotos
Cerca de 1300 crianças do Cadaval e de Alenquer participaram na 17ª Semana da Floresta, recentemente promovida na serra de Montejunto. A emblemática iniciativa de sensibilização para a preservação do ecossistema mostrou à pequenada “O que caiu em Montejunto… em defesa da floresta”.

A Semana da Floresta voltou a ter por base o imaginário infantil, para pôr em prática mais uma atividade que pretende conferir às crianças uma ligação à floresta, tornando-as autênticos “guardiões da floresta”. Foi, aliás, este o título alcançado pelos cerca de 800 alunos do Cadaval e pelos 500 oriundos de Alenquer, no final do percurso “encantado” que fizeram por Montejunto.

 

Pelo caminho, muitas foram as personagens a surgirem aos vários grupos infantis do pré-escolar e primeiro ciclo – um frade dominicano, uma fada da floresta, um pastor, uma dupla de duendes da floresta, um caçador, um elfo e ainda um guardião da galáxia com o seu exército.

 

No final, estava-lhes reservado “encontro imediato” com algo “misterioso” que veio, afinal, em defesa da floresta, apelando e sensibilizando para a preservação da serra de Montejunto, do ambiente e do ecossistema em geral.

 

Feito que estava o percurso, as crianças tiveram ainda oportunidade de se divertirem numa área de jogos e atividades radicais de cariz lúdico-didático, tais como: jogo da água, desafio da reciclagem, travessia de cordas, entre outros.

 

Fátima Paz, vice-presidente da autarquia cadavalense, congratulou-se por ser este o segundo ano em que Alenquer se associa ao Cadaval na organização conjunta da Semana da Floresta. «Este ano, a atividade esteve dividida, sendo que a parte da encenação histórica coube à Câmara do Cadaval e a parte dos jogos foi desenvolvida pela Câmara de Alenquer», explicou a edil.

 

Segundo a também vereadora da Educação, «as crianças descobrem, no final do percurso, o que caiu em Montejunto. No fundo, caiu “algo” que vem trazer uma mensagem de preservação deste espaço», refere. A ação vem, de acordo com a vice-presidente, alertar os jovens participantes para a prevenção de incêndios, incentivando-os à proteção e acompanhamento da natureza, designadamente do «maravilhoso espaço» que têm para desfrutar.

 

Fátima Paz faz um balanço bastante positivo desta 17ª edição da Semana da Floresta, decorrida de 14 a 21 de maio, onde também as «fantásticas» condições atmosféricas vieram beneficiar a atividade, após a mesma ter sido duas vezes adiada, em virtude do mau tempo.

 

A vereadora destacou, também, que a iniciativa só teve a ganhar com a «parceria forte» alcançada entre as Câmaras do Cadaval e de Alenquer, salientando a importância de lhe dar continuidade.

 

A Semana da Floresta permite, conclui a edil, dar a conhecer «os bons espaços que temos para visitar e desfrutar» na serra de Montejunto. Propicia ainda «que os alunos sintam este espaço como seu e que o possam transmitir às famílias».

 

Aceder a reportagem fotográfica (Facebook CMC)


Assista, abaixo, à videorreportagem municipal (Youtube CMC):

Fonte: SCRP | CMC



  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2018 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.