Terça, 2 de Setembro de 2014
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Detalhe da Notícia
Criada a pensar nas crianças desfavorecidas de todo o país
Associação Paraíso das Crianças prossegue com campanha de divulgação
A APC – Associação Paraíso das Crianças vai realizar, no próximo dia 25 de Novembro (domingo), mais um almoço-convívio, desta feita na Associação Cultural e Recreativa da Sobrena (Cadaval), sendo que as inscrições estão abertas até próximo dia 20. Ao participar, estará a ajudar a APC a criar condições para a construção da futura Casa de Acolhimento Temporário, com vista a proporcionar uma vida melhor às crianças desfavorecidas de Portugal.

O almoço de divulgação da APC está marcado para as 13 horas do referido dia, é aberto a toda a comunidade e inclui animação musical proporcionada gratuitamente pelo grupo “D'antanho” (Cadaval). A ementa, por seu turno, compreenderá bacalhau com natas e jardineira.

Para integrar este convívio de solidariedade, deverá confirmar, até dia 20 de Novembro, a sua participação através de um dos seguintes telefones: 91491 16 87 / 96 151 64 46 / 91 876 91 02.

O preço é de 10 euros para os adultos, sendo que as crianças até aos 10 anos não pagam. Precisamente a pensar nos mais novos, haverá um espaço próprio para os mesmos brincarem.

Associação Paraíso das Crianças: Um sonho antigo tornado real

Constituída por cerca de 20 elementos, a recém-formada associação conta já com cerca de centena e meia de sócios e um conjunto de iniciativas realizadas com um intuito principal: angariar apoios para a construção, no Concelho do Cadaval, de uma “Casa de Acolhimento Temporário” para crianças até aos 12 anos, com o objectivo de proporcionar condições para a reintegração das mesmas no seu seio familiar e para a definição do seu projecto de vida e encaminhamento adequado.

Para esse efeito, a APC foi já legalmente reconhecida enquanto IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social), um requisito, aliás, determinante para a criação da Casa de Acolhimento.

Por detrás deste nobre e ambicioso projecto está uma mulher, Rosinda Justino, de 58 anos, natural da localidade de Sobrena (Peral, Cadaval), que, desde muito nova, tem um sonho: «Tive um período de dificuldade e prometi a mim mesma que, se um dia saísse daquele impasse, faria alguma coisa para ajudar as outras crianças.»

Desde então, nunca mais perdeu de vista esse sonho. Foi emigrante em França, durante 34 anos, organizou a vida, casou, teve três filhos, e hoje, regressada ao Concelho, sente-se disponível e diz ser este o momento certo para avançar com o projecto. A compra de um terreno no Peral, há poucos anos atrás, que viria a doar à APC, foi o primeiro passo para a concretização deste sonho.

Desde logo, contou com a colaboração de um grupo de amigas que acreditaram em si e no seu projecto, e sem as quais, refere, nada teria sido possível. Assim nasceu a Associação Paraíso das Crianças. Desde finais de Maio de 2006, data da primeira reunião formal da APC, a associação não mais parou.

Em finais de Junho do mesmo ano, celebrava a sua escritura de constituição; em Setembro, elegia os órgãos sociais e realizava, a seguir, o primeiro encontro de apresentação da associação. Seguiram-se convívios de angariação, reuniões diversas, entre outras acções de divulgação da APC e desta sua causa.

Para além de todas as formalidades, outro requisito determinante para avançar com a construção da Casa de Acolhimento é, sem dúvida, conseguir a verba necessária para o efeito.

No que toca a apoios, para além da avultada quantia de 100 mil euros e do terreno doados pela própria Rosinda Justino, a APC conseguiu reunir, em Março último, entre os emigrantes da Comunidade Portuguesa de Newark (Estado de New Jersey, E.U.A.), cerca de 22 mil euros.

Outras formas de divulgação e de angariação utilizadas pela APC são a distribuição de panfletos e venda de material promocional. Para além disso, dispõe de um site na Internet (www.associacaoparaisodascriancas.com), onde é possível obter toda a informação sobre a associação, saber como tornar-se sócio ou como efectuar donativos.

A divulgação é, para Rosinda Justino, essencial, para dar a conhecer a associação, daí que toda a atenção e visibilidade que os meios de comunicação possam conceder a esta causa, bem como todo o apoio que as colectividades possam oferecer, em termos de cedência de espaço para realização dos eventos da APC, torna-se, por isso, vital. Até porque, como nota a presidente, «quanto mais depressa reunirmos os fundos, mais depressa começamos a construir».

13-11-2007 Fonte: GIRP/CMC
« Voltar
Categorias:
» Todas
» Visitas & Cerimónias Oficiais
» Cultura & Festividades
» Acção Social & Saúde
» Educação
» Turismo
» Ambiente & Prot. Civil
» Desporto & Tempos Livres
» Associações, Escolas e Instituições
» Juntas de Freguesia
» Economia
» Obras & Trânsito
» Juventude
» Colóquios e Acções
» Município
» Novas Tecnologias
» Património Histórico
» Certames & Exposições
» Cidadania
» Modernização Administrativa

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação