Concurso concelhio envolveu 15 projetos locais

Empreendedorismo na Escola continua a dar cartas no Cadaval

22-06-2018
Empreendedorismo na Escola continua a dar cartas no Cadaval
Alunos dos quatro grupos finalistas comparecentes, junto a elementos do júri
O Município do Cadaval promoveu, no ano letivo 2017/18, mais uma edição do Concurso Empreendedorismo na Escola, que contou com um total de 15 projetos submetidos por alunos de três turmas locais do 7.º ano de escolaridade. A iniciativa, que remonta a 2014/15, mantém o objetivo de promover o empreendedorismo junto da comunidade escolar.

Do conjunto de projetos concelhios a concurso este ano, resultaram cinco trabalhos finalistas, por seu turno apresentados recentemente em cerimónia promovida no auditório municipal.

 

Na ocasião da apresentação e entrega de prémios, Fátima Paz, vice-presidente do Município, manifestou «muito gosto e satisfação» pelo lançamento camarário de mais uma edição do concurso.

 

«Este concurso foi dirigido, este ano letivo, especificamente a três turmas do sétimo ano, em que o agrupamento disponibilizou horas da disciplina de Educação Cívica para que este projeto tivesse êxito», realça a também vereadora da Educação.

 

A edil felicitou e destacou a boa vontade da professora Aida Santos (ali presente) e dos técnicos do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) “Melhor Cadaval”, cujo papel considerou «fundamental» para o sucesso da iniciativa ao longo do tempo, sem esquecer os alunos, principais agentes de realização dos projetos.

 

«Acredito que hoje se sintam mais enriquecidos e mais informados, e que sintam que as vossas ideias tiveram resultado», referiu a vice-presidente. «E quem sabe, daqui a algum tempo, não surja alguém que queira pôr em prática algum dos trabalhos apresentados, ou vocês, quando já forem adultos, criarem o vosso próprio emprego», acrescentou, dirigindo-se aos estudantes presentes.

 

Na cerimónia de apresentação e entrega de prémios, promovida a 2 de junho, estiveram presentes elementos de quatro dos cinco grupos finalistas, tendo as suas apresentações servido para apurar a classificação final: 1.º classificado – “Motocaravanismo”; 2.º classificado – “Easyshop”; 3.º classificado – “Sta Bakano”; 4.º classificado – “Clean Glasses” e, por exclusão de partes (dado não ter comparecido), 5.º classificado – “Inovadores”.

 

O júri foi composto por um representante de cada uma das seguintes entidades: Município do Cadaval (vice-presidente), Agrupamento de Escolas do Cadaval (professora Elsa Rodrigues), CLDS (técnica Carina Leal), AIRO – Associação Industrial da Região Oeste (técnica Daniela Félix) e Quinta do Gradil (chef Daniel), neste último caso, uma das empresas que os alunos tiveram oportunidade de visitar no decurso do ano letivo.

 

Para além da participação de alunos e júri, assistiram à referida sessão alguns membros dos órgãos municipais, bem como docentes do agrupamento e familiares dos estudantes.

 

Os três primeiros classificados tiveram direito aos prémios seguintes: 1.º lugar – Um dia de atividades (incluindo almoço e lanche) no Campo de Férias “Tempo de Aventura”, na Sobrena, e merchandising diverso; 2.º lugar – Um dia de atividades de equitação – manhã de atividades com cavalos, no Gomez Clube Hípico, na Sobrena, com direito a almoço, aula individual de equitação e piscina; 3.º lugar – Um dia de atividades no Centro Equestre Carlos Santos, em Vale Canada.

 


Empreendedorismo nas Escolas: projeto de cariz regional

 

Recorde-se que a promoção do empreendedorismo na escola remonta ao ano letivo 2014/15, com o Concurso "Empreendedorismo nas Escolas", no âmbito da ROE – Rede Oeste Empreendedor, cuja participação concelhia teve a parceria do Município do Cadaval, Agrupamento de Escolas do Cadaval, CLDS “Melhor Cadaval”, AIRO e OesteCIM – Comunidade Intermunicipal.

 

Dos 10 projetos do Agrupamento de Escolas do Cadaval (AEC) então apresentados ao concurso regional, dois deles seriam selecionados para a final, na sede da OesteCIM, vindo a conquistar 1.º e 2.º lugares do 2.º ciclo. Nessa ocasião, o AEC foi ainda agraciado com prémio de “Escola mais Criativa”.

 

Importa acrescentar que a participação no concurso regional se tem mantido, desde então. No ano letivo 2017/18, coube ao projeto “Robótica Family”, embora não tendo integrado os cinco finalistas locais, o apuramento para a final regional e subsequente representação do Cadaval.


Aceder a fotorreportagem (Facebook CMC)
Fonte: SCRP - DDE | CMC



  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2018 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.