A peça tem por base textos de Fernanda Botelho, escritora que viveu no Cadaval

Cadaval recebe antestreia de espetáculo de Dança Contemporânea

19-07-2019
Cadaval recebe antestreia de espetáculo de Dança Contemporânea
Terá lugar, no próximo dia 31 de julho, pelas 21h00, no auditório externo dos Paços do Concelho, a antestreia do espetáculo de dança contemporânea “Transeuntes”, pela Companhia Seller Danza e baseado nos textos de Fernanda Botelho, escritora conceituada que viveu na Vermelha (Cadaval). O espetáculo é de acesso gratuito ao público. Participe, assista!

Sendo este espetáculo de antestreia acolhido pela Câmara do Cadaval, “Transeuntes" trata-se de uma produção, com a duração de 40 minutos, que tem o alto patrocínio da Câmara do Cartaxo. 

 

A Companhia Seller Danza encontra-se, atualmente, em residência artística no Ateneu Artístico Cartaxense e tem o apoio da Associação Gritos da Minha Dança, por seu turno detentora da memória da escritora Fernanda Botelho.

«A descentralização da dança, das grandes cidades para zonas mais rurais, foi um dos grandes objetivos empreendidos por Juan Maria Seller, ao estabelecer a sua companhia de dança na cidade de Cartaxo», adianta Joana Botelho, presidente da Associação Gritos da Minha Dança e neta da autora que residiu no Cadaval.

 

O coreógrafo e bailarino espanhol revisita, desta forma, a dita escritora, «num intenso cruzamento entre Dança e Literatura, onde as preocupações sociais, estéticas e filosóficas convergem em Transeuntes», explica Joana Botelho. 


“Transeuntes” desenvolve-se de acordo com uma metodologia contemporânea  ̶  método “Seller”, adequado para dançarinos com e sem deficiências. O coletivo de artistas que irá integrar esta peça é conhecedor deste método, segundo a dirigente associativa.

 

«O Município do Cadaval tem vindo a apoiar, de forma exemplar, o projeto cultural em torno da obra da escritora, com epicentro na Casa de Fernanda Botelho (futura casa-museu), na Vermelha, pelo que não podia deixar de acolher a antestreia deste espetáculo, que promete impactar o espectador», acrescenta Joana Botelho.

 

A Associação Gritos da Minha Dança tem, por seu turno, vindo a promover atividades diversas em torno da escritora que residiu, parte da sua vida, no Concelho do Cadaval.

 

“Transeuntes” vai ao encontro da sua missão de «contribuir e favorecer a investigação na área da Literatura Portuguesa contemporânea, pelo estudo da autora, em si, e pela importância inequívoca da sua relação com as artes, nomeadamente a dança», refere a responsável.

 

A escritora Fernanda Botelho (1926-2007) é considerada uma personalidade de relevo no âmbito da cultura literária portuguesa do séc. XX, possuindo uma vasta obra ficcional, publicada entre 1957 e 2003. Vários prémios literários, de entre os mais prestigiados no contexto português, mostram o reconhecimento público da autora.
Fonte: SCRP | CMC



  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2019 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.