Participaram cerca de 30 concorrentes e nove federações do país

Cadaval acolheu final de campeonato nacional de caça

26-09-2017
Cadaval acolheu final de campeonato nacional de caça
A Oestecaça, 1.º Classificado por equipas, junto de José Bernardo (Fotos: ACCC) [+] Fotos
O Cadaval foi recentemente palco da final do Campeonato Nacional de Santo Huberto, numa organização conjunta da Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses, Oestecaça e Associação de Caçadores do Concelho do Cadaval, em colaboração com a Câmara Municipal. A Oestecaça, federação que acolheu a final, sagrar-se-ia campeã por equipas deste tradicional evento.

A final do Campeonato Nacional de Santo Huberto decorreu, mais precisamente, entre 8 e 10 de setembro, tendo-se iniciado com um jantar de receção aos participantes, realizado no salão dos Bombeiros Voluntários do Cadaval. Nele estiveram presentes, além das entidades oficiais, concorrentes, juízes, postores (elementos que posicionam as perdizes) e demais acompanhantes.

 

As boas-vindas couberam a João Pereira, presidente da Associação de Caçadores do Concelho do Cadaval, Joaquim Faustino, presidente da Oestecaça – Federação das Zonas de Caça do Oeste (federação que recebeu, este ano, o Campeonato Nacional), e a José Bernardo Nunes, presidente da Câmara Municipal do Cadaval. No final do jantar-convívio, teve lugar o sorteio das séries, campos, juízes, concorrentes e postores.

 

A iniciativa reuniu um total de 27 concorrentes, provenientes das seguintes federações: FACIRC – Bragança (Rui Vaz, Alexandre Magalhães e David Faria); FCPBI – Beira Interior (Jorge Silva, Carlos Paiva, Maguil Freire); FCPBL – Beira Litoral (Rui Pinto, António Matias e Pedro Carvalho); FCCPDV – Distrito de Viseu (Rui Bonito, Paulo Vieira e João Simões); Oestecaça (João Gil, André Costa e Luís Delgado); FAC – Alentejo (Domingos Carloto, Valdemar Costa e Nuno Godinho); FCA – Algarve (Jorge Piçarra, Paulo Correia e Joaquim José); Madeira (Ricardo Freitas, João Sousa e Carlos Baptista) e Açores (Pedro Araújo, Ricardo Rodrigues e José Luís Cunha).

 

Participaram ainda um total de nove juízes (dois de cada federação), três postores e três delegados de campo.

 

A Sociedade Desportiva e Recreativa de Alguber proporcionou, nos dias 9 e 10, as diversas refeições da prova (pequeno-almoço, almoço e lanche).

 

Quanto às provas propriamente ditas, decorreram em terrenos da serra de Montejunto e da localidade da Póvoa, tendo os concorrentes ficado divididos por três campos de treino.

 

Na cerimónia de entrega de prémios, participaram, além das entidades oficiais acima referidas, o vice-presidente da Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses, Carlos Rodrigues, o vereador da Câmara, Ricardo Pinteus, e o presidente da Junta de Freguesia de Alguber, Henrique Pratas.

 

Os troféus, oferecidos pela Câmara Municipal a vencedores individuais e por equipas, consistiram em esculturas em ardósia, da autoria do artista Paulo Gonçalves.

 

Sagrou-se campeão nacional Jorge Piçarra, com “Geff” (EBM), seguido de João Gil com “Voss” (BAM), e de Luís Delgado, com “Jack” (BAM).

 

Por equipas, o lugar de vencedor ficou nas mãos da federação organizadora, a Oestecaça, através das classificações de João Gil, André Costa e Luís Delgado. Como vice-campeã ficou a FCA – Algarve (Jorge Piçarra, Paulo Correia e Joaquim José) e em terceiro lugar posicionou-se a FACIRC – Bragança (Rui Vaz, Alexandre Magalhães e David Faria).

 

Entre os prémios entregues, incluiu-se, também, o prémio de melhor cão, atribuído a “Voss”, braco alemão macho, pertencente a João Gil.

 


O intuito das provas de Santo Huberto

 

As provas de Santo Huberto (padroeiro dos caçadores), segundo refere o respetivo site oficial (www.santo-huberto.net), destinam-se a caçadores com cães de parar e visam «promover o espírito desportivo do caçador, formá-lo na correta prática do ato cinegético, tendo em consideração os aspetos técnicos, legais e cívicos, bem como a função e utilização do cão de parar, num quadro de respeito pela natureza e pela ecologia».

 

Informa o mesmo site que «Portugal tem uma grande tradição nacional e um longo e brilhante palmarés a nível internacional, contando, inclusive, com vários títulos mundiais».

 

Aceder a fotorreportagem (página de Facebook da Associação de Caçadores do Concelho do Cadaval)
Fonte: S.Com | CMC



  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2017 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.