Certame beneficiou do bom tempo que se fez sentir

Festa das Adiafas terminou com balanço positivo (c/vídeo)

25-10-2017
Festa das Adiafas terminou com balanço positivo (c/vídeo)
[+] Fotos
Despediu-se, a 22 de outubro, o certame Festa das Adiafas e Festival Nacional do Vinho Leve, evento que trouxe à vila do Cadaval dez dias de animação, conciliando gastronomia, espetáculos, exposições, colóquios e diversas atividades de exterior. A melhoria das condições físicas do recinto e o bom tempo contribuíram para um saldo positivo em termos de afluência de público.

No balanço geral da Festa das Adiafas e Festival Nacional do Vinho Leve, José Bernardo Nunes, presidente da Câmara Municipal do Cadaval, mostra-se satisfeito com a forma como se desenrolou mais um ano de certame. «Correu muito bem e considero até que terá batido recordes de adesão».

 

Numa estimativa grosseira, terão passado pelo certame cerca de vinte mil visitantes, sendo que o último sábado é apontado pelo presidente como tendo sido, provavelmente, o dia de melhor afluência.

 

A estas contas, há ainda a juntar mais de meia centena de participantes, entre expositores (setor de atividades económicas) e espaços de restauração e tasquinhas (setor da gastronomia), neste caso dinamizados por associações/instituições locais.

 

O chefe do executivo considera que a requalificação ocorrida no espaço não é alheia ao sucesso da festa. «Mas ter-se-á devido, sobretudo, às condições climatéricas, que foram excelentes para a realização do evento e fizeram com que todas as atividades, mesmo as realizadas fora do pavilhão, corressem muito bem», observa José Bernardo Nunes.

 

A oferta mais popular, na vertente musical, foi também um chamariz da populaça, acredita o presidente, a par da boa campanha promocional levada a efeito.

 

Na perspetiva de continuar a melhorar as condições de realização do certame, a melhoria da acústica do pavilhão é outro dos intentos do Município. De realçar que o recinto todos os anos tem sofrido investimento, mais ou menos visível, de acordo com o edil.

 

«A nível acústico, temos um levantamento feito por especialistas do setor, mas apontam para uma obra a rondar os 33 mil euros, que contamos realizar a tempo da Festa das Adiafas do ano que vem», adianta.

 

O incremento do número de colóquios, designadamente ligados à agricultura e em parceria com entidades ligadas ao setor, foram uma boa aposta, entende o presidente, e serão para manter. A boa afluência verificada denota o interesse e pertinência dos mesmos. De realçar que a sala de conferências, implementada no primeiro piso do pavilhão, revelou-se um local condigno para o efeito.

 

Quanto às atividades de exterior, a 5ª Rota das Adiafas, numa organização do GATTAL, reuniu a participação de 100 viaturas, cerca de 270 participantes e perto de 40 pessoas na organização do evento.

 

O 2.º Passeio de Cicloturismo “Cadaval de Bicla”, que percorreu as freguesias do concelho, juntou perto de uma centena de participantes, de dentro e fora do concelho. Balanço idêntico tiveram a 1ª Caminhada das Adiafas e o Passeio Equestre, que permitiram divulgar a ruralidade local.

 

Já a tradicional prova de Santo Huberto, numa organização da Associação de Caçadores do Concelho do Cadaval, reuniu cerca de vinte conjuntos (resultados em www.santo-huberto.net).

 

Com acento tónico na vertente popular e de baile, a música não se ficou só por aí. Houve espaço para a habitual noite rock, a pensar nos mais jovens, além de música tradicional, filarmónica e orquestral.

 

Diariamente, e antes dos espetáculos de palco, a Festa das Adiafas apresentou demonstrações de sevilhanas, danças de salão, zumba, atividades de ginásio, karaté e kempo.

 

A tradicional Tarde Sénior, enquadrada na parceria “Envelhecer Vivendo”, levou cerca de uma centena de seniores de sete instituições sociais locais, a desfrutar da Festa das Adiafas, mediante um lanche-convívio com animação musical de palco.

 

O 13.º Fim de Semana Equestre, numa parceria com o Centro Equestre Carlos Santos, voltou a reunir demonstrações a cavalo e uma gala equestre noturna. A festa incluiu ainda largada de vitelos e espetáculo pirotécnico.

 

O setor da gastronomia voltou a ser o principal alvo dos visitantes, o que torna compensador o trabalho voluntário desenvolvido, naquele espaço, pelos elementos das associações e instituições participantes.

 

O setor das atividades económicas mostrou uma multiplicidade de exposições, nas vertentes artesanato, institucional e empresarial, com destaque para a presença de representações da área agrícola, onde a fruticultura detém lugar de honra.

 

Outra vertente de destaque é o Festival Nacional do Vinho Leve, que voltou a contar com a presença de adegas e produtores de vinho leve, oriundos de dentro e fora do concelho.

 


Concurso de Leves distingue 3 vinhos locais

 

O 7.º Concurso de Vinhos Leves da Região de Lisboa, numa iniciativa conjunta do Município do Cadaval com a Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa, teve a habitual entrega de prémios no primeiro domingo do certame, os quais tiveram como referência a produção de 2016.

 

 

Assim, foram medalhadas com Ouro: Casa Agrícola Horário Nicolau, Lda., com o vinho “Solar da Marquesa”, Branco Leve, Moscatel-Graúdo (Adão Lobo, Cadaval); Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, S.A., com o vinho “Vale Perdido”, Branco Leve, Colheita Selecionada; Sociedade Agrícola Quinta do Conde, S.A., com o vinho “2 Uvas”, Rosado Leve.

 

Com Prata, foram distinguidos: Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, S.A., com o vinho “Azulejo”, Branco Leve; Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, S.A., com o vinho “Portuga”, Branco Leve; Adega Cooperativa do Cadaval, com o vinho “Confraria” (Cadaval), Branco Leve, Moscatel, Colheita Selecionada; Companhia Agrícola do Sanguinhal, Lda, com o vinho “Sôttal”, Branco Leve; Adega Cooperativa da Vermelha, com o vinho “Mundus”, Rosado Leve (Vermelha, Cadaval); Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, S.A., com o vinho “Azulejo”, Rosado Leve.

 

A página oficial de Facebook da Câmara Municipal disponibiliza fotorreportagens diárias do certame.

 

Veja, abaixo, a vídeopeça alusiva à Festa das Adiafas 2017:
Fonte: S.Com | CMC



  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2017 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.