Da Romanização à Reconquista

Com a conquista do território pelos romanos, toda a região da Estremadura Central foi colonizada, e surgiram cidades e diversas vilas rurais onde os romanos se estabeleceram.

Perto de Óbidos, edificaram a cidade de Eburobrittium e na sua área administrativa estava incluída a região do Cadaval. Uma ara romana epigrafada, encontrada em S. Tomé de Lamas e datada do século II, refere este município de Eburobrittium.


Outros vestígios romanos do Cadaval foram encontrados na Quinta do Cidral, perto de Alguber, no Juncal, perto de Pragança, em Borjigas, perto da vila do Cadaval e na Quinta de S. Lourenço, no Peral.

Após o fim do Império romano e durante as ocupações bárbara e muçulmana, a região continuou a ser povoada por gentes de origens diversas, nas quais se incluem os moçárabes.

Com o advento da nacionalidade, a reconquista feita pelos exércitos cristãos expulsou progressivamente os muçulmanos. Após a conquista de Lisboa, em 1147, toda a Estremadura passou a estar sob domínio dos cristãos e rei português.





  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2020 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.