A Academia já formou mais de 70 empresários agrícolas

Abertas candidaturas para “fruticultores do futuro” até 17 de fevereiro

29-01-2020
Abertas candidaturas para “fruticultores do futuro” até 17 de fevereiro
Terminam a 17 de fevereiro as candidaturas à Academia do Centro de Frutologia Compal, que pretende formar novos 12 empresários agrícolas e atribuir três bolsas de instalação, no total de 60 mil euros, aos três melhores projetos submetidos. Entre as culturas elegíveis está, invariavelmente, a da pera rocha. Participe!

Pela sétima edição consecutiva, a Academia do Centro de Frutologia Compal vai voltar a selecionar 12 empresários frutícolas e atribuir, no final, três bolsas de instalação, no valor de 20 mil euros cada.

 

Depois de já ter formado mais de 70 empresários frutícolas, em seis anos, e de se ter tornado, segundo a própria, numa formação «de referência» no setor frutícola a nível nacional, o Centro de Frutologia Compal volta a receber candidaturas à designada Academia 2020.

 

Nesse sentido, aqueles que ambicionam ser os «fruticultores do futuro» podem apresentar a sua candidatura até 17 de fevereiro em www.centrofrutologiacompal.pt, onde consta ainda o respetivo regulamento.

 

Podem apresentar candidaturas os empresários frutícolas, de norte a sul do país, que produzem ou pretendam produzir frutas como pera rocha, amora, cereja, framboesa, maçã, mirtilo, romã, entre outras. Como novidade poderão, este ano, candidatar-se também projetos com kiwi e groselha.

 

Os 12 selecionados participarão em mais de 80 horas de formação (entre abril e julho de 2020), com visitas a explorações modelo, de norte a sul do país, e sessões com módulos teóricos tão diversificados como fruticultura, associativismo, tecnologia, sustentabilidade, gestão agrícola e marketing.

 

O objetivo da complementaridade da formação teórica e prática é, segundo avança a Academia 2020, «permitir aos formandos um contacto com a realidade, com novos modelos de negócio e técnicos altamente especializados». Poderão os mesmos também integrar uma rede de networking, «que cresce de ano para ano e possibilita novas colaborações e parcerias entre participantes e importantes players do setor agrícola nacional», acrescenta.

 

Nos últimos seis anos, a Academia do Centro de Frutologia Compal formou 72 empreendedores frutícolas, num total de mais 400 horas de formação, em 16 regiões, e atribuiu 360 mil euros em bolsas de instalação. «O objetivo será continuar a contribuir para formar os fruticultores do futuro, valorizando a fruta nacional», afirma a mesma entidade.

 

 

Acerca do Centro de Frutologia Compal

 

 

Recorde-se que o Centro de Frutologia Compal foi criado em 2012 no intuito principal de «valorizar e promover a fruta nacional, procurando estimular a inovação no setor frutícola e atuar ao longo da Cadeia de Valor da Fruta».

 

A sua existência decorre de um trabalho conjunto que envolve diversas entidades e organizações do setor frutícola, instituições académicas, organizações de produtores e empresas de tecnologia agrícola.

 

Mais informações podem ser obtidas via site acima referenciado ou para: sonia.dias@loyaladvisory.com | 913 507 293 (Sónia Dias).
Fonte: SCRP | CMC



  • Siga-nos

Topo / Top
  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2020 Município do Cadaval - Todos os Direitos Reservados.